You are on page 1of 6

1

Pinheiro e Loureiro (2004) relatam que alguma reunião sobre informação cientifica
aconteceram e serviram para reforçar o surgimento da Ciência da Informação: em 1948,
a Conferência de Informação Cientifica da Royal Society; em 1955, a Conferência da
IUPAC, que também aconteceu em Londres e, em 1958, a Conferência Internacional de
Informação Científica, em Washington, nos Estados Unidos da América. Robredo
(2003) considera que a primeira formulação do que seria a Ciência da Informação
surgiu como resultado dos trabalhos realizados na conferência do Georgia Institute of
Technology, que aconteceram entre 1961 e 1962.
Do pós-guerra a Conferencia Internacional sobre Informação Cientifica, em 1958
• Em 1948, Realização do Royal Society Conference .
• Em 1955, Conferencia de IUPAC.
• Em 1958, Realização da internacional Conference on Scientific Information em
Washington.
• Em 1958, É fundado, no Reino Unido, o Institute for information Scientists.
• Em 1962, Realização do Second International Congress on Information System
Scienses.
Herner (1984) descreve o cenário que reflete o papel e a contribuição de grandes atores
na área e os maiores eventos desmarcaram o inicio da consolidação da mesma. Dentre
os eventos, o autor cita o Royal Society Conference, em 1948. O primeiro marcou a
reunião de cientistas eminentes, alguns do Reino Unido e da Comunidade Britânica da
época, com o propósito de discutir o que foi percebido como uma visão macro dos
estudos da biblioteca e da informação e como eles se relacionavam com a ciência e
tecnologia daquela época.
De 1960 à década de 80
• Entre 1961 a 1962 teve Conferências do Georgia Institute of Technology
(conhecido como Georgia Tech).
• Em 1966, A American Society for Information Science (ASIS) inicia a
publicação da prestigiada revista Annual Review of Information Science and
Technology (ARIST).
• Em 1966 foi Publicado, por Peter Ingwersen, o artigo intitulado Perspectivas
cognitivas da interação na recuperação na recuperação da informação: elementos
de uma teoria cognitiva da recuperação da informação.
2

• Em 1968, Harold Borko publica um artigo clássico intitulado Information


Science: What is it?
Da década de 90 aos dias atuais
• Em 1991 era realizada, na Universidade de Tempere, na Finlândia, a Primeira
Internacional Conference on Conceptions of Library and Information Science.
• Em 1994 é criada a organização Foundations of Information Science (FIS).
• Em 1994 é realizado em Madri, a First Conference on the Foundations of
Information Science.
• Em 1996 era realizada, na Universidade de Tecnologia de Viena, a Second
Conference on the Foundations of Information Science.
• Em 1996 era realizada, em Copenhague, Dinamarca, a segunda International
Conference on Conceptions of Library and Information Science.
• Em 1996, Rayward, na “Introdução ao número especial de Information
Processing & Management, passou em revista alguns aspectos da história da
ciência da informação.
• Em 1997, Tefko Saracevic, em seu discurso de agradecimento pela concessão do
Premio Gerard Salton, defende o conceito de Ciência da Informação.
• Em 1997, Keith Kelvin publica um livro provocador intitulado Lógica e
Informação.
• Em 1998, de janeiro a dezembro Virtual Conference on the Foundations of
Information Science, via internet.
• Em 1998, é lançada a revista eletrônica intitulada Informing Science: The
international Journal of na Emerging Discipline.
• Em 1999, A associação Foundations of Information Science (FIS) organiza uma
sessão no quadro do Sétimo Congresso Internacional da International
Association of Semiotic Studies, realizado na Universidade de Tecnologia de
Dresden, Alemanha, para debater uma teoria unificada da informação.
• Em 1999, é realizada a 3º International Conference on Conceptions of Library
and Information Science, em Dubrovnik, Croácia, com ênfase nos debates
envolvendo bibliotecas digitais, conceitos interdisplinares, desafios e
oportunidades.
• Em 1999, o Journal of the American Society for Information Science completa
50 anos.
3

• Em 1999, Keith Delvin publica outro livro, que despertou interesse, intitulado,
Infosense: turning information into knowledge.
• Em 2000, An American Society for Information Science muda o nome para
American Society for information Science & Technology.
• Em 2000, A revista Informing Science publica um especial dedicado à pesquisa
em ciência da informação.
• Em 2002, é realizada a Conferência Eletrônica sobre os Fundamentos da Ciência
da Informação cujo tema central tratou da “natureza da informação: conceitos,
falsos conceitos e paradoxos”.
• Em 2002, é realizada a 4º International Conference on Conceptions of Library
and Information Science, na Universidade de Washington, Seattle, nos EUA,
cujo tema central envolveu temas como: informática social, tecnologia da
informação, abordagens infométricas, recuperação da informação, impacto das
mudanças de nome, etc.
No Brasil, vale destacar que a produção em Ciência da Informação ganha reforço
com vários eventos. Nos dias atuais, caberá ao encontro intelectual das gerações
pioneiras com a da geração herdeira da força que os pesquisadores brasileiros
tiveram para seguir adiante com o enriquecimento da área e fim de que a Ciência da
Informação tenha, sempre, sua verdadeira luz.
A ciência da Informação no Brasil
• Em 1954 é criado o Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação (IBBD).
• Em 1955 começa a ser promovido pelo IBBD o Curso de Especialização em
Pesquisa Bibliográfica.
• Em 1964, passa a ser chamado de Curso de Documentação Cientifica (CDC).
• Em 1970, por meio do curso de mestrado, foi introduzido a Ciência da
Informação no Brasil, instituído pelo então IBBD, a partir de 1976 denominado
IBICT, com mandato acadêmico da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
• Em 1972, é criado a revista Ciência da Informação
• Em 1976, o IBBD se transforma em Instituto Brasileiro de Informação Cientifica
e Tecnológica (IBICT).
• Em 1983, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico
(CNPq), órgão federal de financiamento à pesquisa, adota uma conceituação
para a área.
4

• Em 1984, o CDC passa a ser chamado de Curso de Especialização em


Documentação e Informação, por força de convênio com a UFRJ.
• Em 1987, a Comissão de Convênio CNPq/IBICT-UFRJ/ECO elabora um artigo
sobre pós-graduação em Ciência da Informação.
• Em 1989, é criada a ANCIB – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-
graduação em Ciência da Informação.
• Em 1992, é criado o doutorado em Ciência da Informação pelo IBICT-
UFRJ/ECO.
• Em 1995, é promovido o 1° Encontro de Pesquisa da Pós-graduação em Ciência
da Informação, no Rio de Janeiro.
• Em 1996, foi substituída à Revista da Escola de Biblioteconomia na UFMG é
lançada a revista Perspectivas em Ciência da Informação.
5

CONCLUSÃO
De forma alguma de esgotar todos os eventos que marcaram a área neste texto.
Além do que, percebemos os fortalecimentos da Ciência da Informação a cada
avanço no período da história e sabemos que com a interdisplinaridade da área
novas forças contribuirão para o surgimento de novos periódicos científicos,
novas teorias e, sobretudo, pesquisadores interessados em desvendar a Ciência
da Informação, querendo que esteja sempre numa leitura colaborativa,
permitindo que novos textos surjam, relatando os novos acontecimentos deste
século.
6

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

HERNER, Saul. Brief history of Information Science. JASIS, v.35, p. 157-163,


1984.

OLIVEIRA, Marlene (coord) et al. Ciência da Informação e


Biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte:
Editora UFMG, 2005.

ORTEGA, Cristina Dotta. Surgimento e consolidação da Documentação:


subsídios para compreensão da história da Ciência da Informação no Brasil.
Perspectiva em Ciência da Informação, v. 14, número especial, p. 59-
79, 2009.

PINHEIRO, Lena Vânia Ribeiro, LOUREIRO, José Mauro Matheus. Traçados e


limites da Ciência da Informação. Ciência da Informação, BRASÍLIA, v.24,
n.1, p.42-53, jan/abril 1995.

PINHEIRO, Lena Vânia Ribeiro. Políticas Públicas de C&T, ICT e de Pós-


graduação e o surgimento da Ciência da Informação no Brasil. In:
ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 5., 2004, Salvador.
Anais eletrônicos... Salvador: UFBA, 2004.
Disponível em: http://www.cinform.ufba.br/v_anais/artigos/ vaniajose.html.
Acesso em 01 de abril 2010.

. A Ciência da Informação entre sombra e luz: domínio


epistemológico e campo interdisciplinar. Orientadora: Gilda Braga. Rio de
Janeiro, UFRJ/EGO, 1997. Tese (Comunicação e Cultura).
ROBREDO, Jaime. Da Ciência da Informação revistada aos sistemas
humanos de informação. Brasília: Thesaurus; SSRR Informações, 2003.

SHERA, Jesse H., CLEVELAND, Donald B. History and foundations of


Information Science. Annual Review of Information Science and
Technology- ARIST, v.12, p.249-275, 1977.