You are on page 1of 20

Contração das Fibras Musculares do Coração

Miocárdio fibras musculares auto-rítmicas sincício (células intercomunicantes) passagem do impulso contração

Contração das Fibras Musculares do Coração
Sístole: contração ordenada do tecido cardíaco nos átrios (sístole atrial) e nos ventrículos (sístole ventricular), em virtude da ejeção de sangue. Diástole: relaxamento do tecido cardíaco, em virtude do enchimento das cavidades cardíacas.

dentro de limites fisiológicos o coração bombeia todo o sangue que a ele retorna pelas veias. maior será a força de contração e maior será a quantidade de sangue bombeada para a aorta. quanto mais o Miocárdio for distendido durante o enchimento. ou seja.Mecanismo de Frank-Starling Na cardiologia. .Ou em outras palavras. o mecanismo de Frank-Starling define que o coração possui uma capacidade intrínseca de se adaptar a volumes crescentes de afluxo sanguíneo.

próximo à entrada da VCS. Fibras de Purkinje = transmite do nodo AV aos ventrículos (rápido). Marcapasso do coração (frequência cardíaca = 72bpm) Nodo atrioventricular (nodo AV) = septo interatrial. . próximo aos ventrículos (lento para átrios contraírem antes dos ventrículos).Origem e Transmissão da Excitação Cardíaca Nodo sinoatrial (nodo SA) = parede do AD.

Sistema de Condução do Estímulo Cardíaco .

Velocidades de Condução no Tecido Cardíaco Tecido Velocidade de condução m/s 0.05 1 4 1 Nodo SA Vias atriais Nodo AV Feixe de His Sistema de Purkinje Músculo Ventricular .05 1 0.

gera correntes elétricas que podem ser detectadas na superfície do corpo.Eletrocardiograma (ECG) A propagação do potencial de ação pelo coração. As alterações desses registros podem detectar anormalidades na funcionalidade cardíaca. O eletrocardiograma registra as variações dessas correntes elétricas. .

. Complexo QRS > passagem de impulso nos ventrículos. Onda T > fibras ventriculares no repouso após contração.Eletrocardiograma (ECG) Onda P > passagem de impulso nos átrios.

mais curto.Bulhas Cardíacas Sons ouvidos ao estetoscópio durante cada ciclo cardíaco. Segundo som. ligeiramente prolongado – primeira bulha (produzido pelo fechamento súbito das valvas mitral e tricúspide no início da sístole ventricular). Primeiro som baixo. agudo – segunda bulha (produzido pelas vibrações associadas ao fechamento das valvas aórtica e do tronco pulmonar – semilunares. . durante a diástole ventricular).

Pontos de Ausculta Cardíacos 1ª Bulha: 5º espaço intercostal esquerdo e na base do apêndice xifóide 2ª Bulha: 2º espaço intercostal direito e 2º espaço intercostal esquerdo .

Sistema Nervoso e o Controle Cardíaco O coração funciona sozinho (automatismo cardíaco). Parassimpático > diminui frequência cardíaca e força de contração. Simpático > aumenta frequência cardíaca e força de contração. quando da sua remoção. . aumenta velocidade do impulso nervoso no coração. doença. A ação do parassimpático permite que o coração descanse com o corpo no repouso. etc). calor excessivo. o que justifica os seus batimentos fora do corpo. retarda o impulso no nodo AV. A ação deste sistema prepara para situações de stress(exercício.

.

além dos hormônios tiroidianos. .Regulação Química da Frequência Cardíaca Hormônios: a epinefrina e a noraepinefrina da medula adrenal aumentam a eficiência do bombeamento cardíaco. Íons: as alterações das concentrações dos íons Na. K e Ca têm grande efeito sobre o funcionamento cardíaco. provocando alterações na produção de potenciais de ação nas fibras musculares.

aumentando a frequência cardíaca .Outros Fatores de Regulação da Frequência Cardíaca Idade Recém-nascido frequência cardíaca acima de 120 bpm Sexo Mulheres adultas têm a frequência cardíaca mais alta do que homens adultos Estado Físico A atividade física tende a diminuir a frequência cardíaca em repouso Temperatura Febre e na atividade física promove que o nodo AS dispares seus impulsos com maior rapidez.

Pressão Sanguínea • É a força que o sangue exerce contra as paredes dos vasos. . no adulto jovem em repouso. que faz com que o sangue tenda a deixar o vaso por qualquer tipo de abertura (força que faz o sangue fluir). sendo máxima na aorta e nas grandes artérias sistêmicas. durante a sístole. onde. • A pressão sanguínea é gerada a partir da sístole ventricular. aumenta cerca de 120 mm Hg. caindo cerca de 80 mm Hg. durante a diástole.

. até os capilares.Pressão Sanguínea • A pressão arterial média diminui conforme o sangue passa das artérias. pelas arteríolas.

Além da viscosidade do sangue. Ex.Resistência ao Fluxo Sanguíneo Atrito do sangue nas paredes dos vasos produzindo impedimento ao fluxo.: desidratação ou policitemia(número elevado de glóbulos vermelhos) .: pessoa obesa pode ter hipertensão devido ao aumento do comprimento total dos vasos. no tecido adiposo. alterando a pressão sanguínea.causado pelos vasos sanguíneos adicionais. Ex. maior a resistência ao sangue que flui no interior dele. Depende do comprimento e diâmetro do vaso: quanto maior o comprimento do vaso.

apresentam paredes espessas e são inervadas por fibras vasoconstritoras. Vasos de resistência: são as artérias pequenas e arteríolas. aa. Isto permite às grandes artérias se expandirem e receberem grande volume de sangue durante a ejeção da sístole ventricular. Agem como condutos de baixa resistência e suas paredes espessas evitam o colapso. Ex. Pulmonares. Na vasoconstrição o efeito é contrário. Musculares: apresentam tamanho médio a pequeno. radial.: a. a resistência do fluxo cai e aumenta o fluxo sanguíneo. Controlam o fluxo sanguíneo de acordo com as necessidades locais.: aa. Ex. coronárias. Ilíacas. cerebrais.Características Anatômicas e Funcionais do Vasos Sanguíneos Artérias Elásticas: têm paredes distensíveis porque a túnica média é particularmente rica em elastina. A túnica média é mais espessa em relação ao diâmetro do lúmen e contém mais músculo liso. aorta. aa. . Quando dilatam.

Vasos de capacitância Compreendem veias e vênulas. Apresentam parede fina de músculo liso e colágeno. Nos membros a camada íntima apresenta pares de válvulas que previnem o refluxo do sangue. apresentam parede reduzida a uma única camada de células endoteliais e sua espessura facilita a rápida transferência de metabólitos entre o sangue e os tecidos. as veias contêm cerca de dois terços do sangue circulante em um dado instante.Características Anatômicas e Funcionais do Vasos Sanguíneos Vasos de trocas Capilares sanguíneos: são vasos finos e numerosos. Devido ao seu grande número e tamanho. . Agem como reservatórios de sangue.

Características Anatômicas e Funcionais do Vasos Sanguíneos .