V Seminário Ibérico II lberoAmericano

CTS no Ensino das Ciências

Educação em Geologia e contexto CTS: o caso do Parque Municipal de Antuã Educación en Geologia y contextos CTS: el caso dei Parque Municipal de Antuã
Dorinda Rebe/o\ Luis MarqueS,
2 Centro de InvestigaçiJo Didáctica

Rui Soares, António Soares de Andrade4
1,3Escola Secundária de Estarreja, Estarreja, Portugal e Tecnologia na FormaçiJo de Formadores - CIDTFF Universidade de Aveiro - UA

Departamento de Didáctica e Tecnologia Educativa - DTE 4Dep. de Geociências, Universidade. de Aveiro e Centro HFCT, Portugal 1 dorinda.rebelo@netvisao.pt, 2ruisoares65@gmail.com, 3/uis@.ua.pt, 4 asandrade@ua.pt

Resumo
A relevância das preocupações legítimas com as temáticas ambientais tem de ter reflexo ao nível da Educação em Ciência e, portanto, da Educação em Geologia. Esta deve partir de problemáticas actuais com sentido para os alunos e que promovam a articulação entre a Ciência, a Tecnologia e a Sociedade, contribuindo, deste modo, para uma cidadania mais interventiva. Neste trabalho apresentam-se materiais didácticos, que estão a ser implementados e avaliados e que mobilizaram para o contexto educativo problemáticas locais relacionadas com riscos geológicos. Permitiram abordar os conteúdos conceptuais, procedi mentais e atitudinais preconizados numa unidade curricular para alunos de 16/17 anos.

Introdução
século XXI vai sendo dominado pelas temáticas ambientais e pelo desafio da preservação do Planeta que, afinal, se reflectem na qualidade de vida de cada um de nós, mas também das gerações futuras. Porque a preservação da Terra passa pelos nossos gestos diários e, portanto, pelas nossas intervenções, a Educação, e a Educação em Ciência em particular, emergem como condição essencial para a promoção de formas de desenvolvimento actual com implicações para as gerações futuras. O facto das sociedades actuais serem um espaço para o estabelecimento de articulações fortes entre as temáticas científicas a abordar e os recursos tecnológicos a usar implica que, fora deste contexto de interacção, a educação científica não faz mais sentido. Esta tem de proporcionar uma visão integradora, globalizante e útil da organização e da aquisição de saberes científicos. Uma proposta de ensino e de aprendizagem desta natureza obriga

o

à

conceptualização,

implementação

e

avaliação de estratégias que partam de situações reais e que permitam contribuir para a procura de respostas a controvérsias locais e regionais nas quais o enquadramento ético e cultural levará o cidadão a desenvolver competências que lhe permitam exercer a cidadania de forma participada e fundamentada (Santos, 2005). Este tipo de abordagem exige uma adequada selecção e organização de conteúdos, de modo a criar um contexto de aprendizagem em que a realidade surja com estatuto de centralidade (Pedrinaci, 2006). A temática da Geologia, pela sua natureza de transversalidade e de registo histórico do passado, permitindo uma reflexão sustentada sobre o futuro, é promotora de evidências de interdependência entre os vários processos naturais, permitindo valorizar as suas interacções com a Tecnologia e a Sociedade (Soares de Andrade, 2001). Do ponto de vista metodológico, as actividades práticas desempenham um papel particularmente importante e desenvolvem-se em diferentes ambientes de aprendizagem articulados: sala de aula, laboratório, campo e computador (Orion 2001). De sublinhar que a investigação vem mostrando como as Actividades Exteriores à Sala de Aula contribuem para que os alunos reconheçam melhor a natureza da incerteza e complexidade, características da sociedade actual (Marques 2006). De modo a abordar um tema de Geologia na perspectiva CTS, escolheu-se a intervenção levada a cabo no rio Antuã (desassoreamento do leito, construção de diques fs, ~nas margens, construção de um açude, remoção das espécies vegetais infestantes, ... ) no Parque Municipal da

:·:;'~.~~~~ii( .

~
Figura

''llIii''

1: Rio Antuã junto ao Parque Municipal

cidade de Estarreja (Fig. 1), a qual será avaliada educacionalmente com questionário aos alunos e registos reflexivos dos professores. As intervenções realizadas, na opinião dos políticos locais e dos responsáveis pela Protecção Civil, vão ajudar a reduzir o número de cheias que afectam a região. No

204

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful