You are on page 1of 6

Levem ao mundo a alegria, a harmonia e

a felicidade
Discurso proferido durante a conferência da
Renascença da SGI-USA
04 DE DEZEMBRO DE 1993 — EDIÇÃO Nº 1252 BS

Parabéns por esta alegre Conferência da Renascença! As apresentações musicais bem
como todos vocês reunidos aqui hoje são o epítome da felicidade, da alegria e da
harmonia. Isso é realmente maravilhoso de contemplar.

Quando visitei os Estados Unidos no início deste ano, uma repentina mudança em
minha agenda do mês de março impediu-me de encontrar-me com os membros da SGI-
USA da costa leste. Gostaria de apresentar mais uma vez minhas profundas desculpas e,
ao mesmo tempo, regozijar e celebrar com todos por podermos finalmente nos
encontrar.

Um filósofo americano declarou seu desejo de instigar os ventos da Renascença
americana a partir da Nova Inglaterra.

Estou certo que, de acordo com esse espírito, todos vocês instigarão, a partir deste solo,
os ventos da renascença para o século XXI e o propagarão pelos Estados Unidos e pelo
mundo todo.

O objetivo do Kossen-rufu é propagar a harmonia e a alegria

Em primeiro lugar, gostaria de declarar que conduzir uma vida cheia de harmonia e
alegria é a maior felicidade de todas para os seres humanos e, na verdade, é essencial
para a verdadeira felicidade — seja na família, na organização ou na sociedade. O
propósito dos nossos esforços é para que todos possam experimentar a felicidade, a
harmonia e a alegria.

Nitiren Daishonin descreveu a Lei Mística como “a maior de todas as alegrias” (Gosho
Zenshu, pág. 788.). O propósito do Kossen-rufu é propagar essa alegria e harmonia a
toda a humanidade.

Jamais devemos permitir que o menor traço de discriminação entre em nossa esfera de
empreendimentos. Como seres humanos, somos todos iguais. Aos olhos da Lei Mística,
todos os membros — dirigentes ou não — são iguais. Esse é o budismo de Nitiren
Daishonin e o mundo da família Soka.

A razão pela qual os dirigentes estão aqui em cima no palco não é porque eles são de
alguma forma melhores do que vocês. É simplesmente para que seja mais fácil de serem
vistos!

O verdadeiro mundo do budismo de Daishonin é para todos desenvolverem o espírito de
Itai Doshin (diferentes corpos com uma única mente) como companheiros e amigos.
Para realizá-lo, espero que se respeitem mutuamente.

O respeito pelos outros

Boston é a capital intelectual do mundo. A região leste dos Estados Unidos é conhecida
pelos vários nomes ilustres que criou.

Em geral, existe uma tendência de as pessoas que vivem nessas regiões acharem que são
superiores e desprezarem as outras. Mas uma atmosfera assim não leva à alegria e
harmonia.

Um ambiente de respeito e confiança leva à alegria e harmonia.

Há pessoas egoístas e covardes que destroem a harmonia e a alegria dos outros. Alguns
odeiam ver os outros felizes e divertindo-se e, cheios de ciúme, tentam despedaçar o seu
prazer. Essas pessoas são realmente deploráveis.

Sentir prazer em destruir a felicidade e a satisfação dos outros pode talvez ser descrito
como um espírito doentio. Nikken é o exemplo principal desse tipo de pessoa. O mundo
que essas pessoas habitam está muito distante da “maior alegria de todas” — o mundo
da Lei Mística.

Os verdadeiros budistas sempre atribuem a maior consideração e esforço em relação a
como e o quê podem fazer para conduzirem tudo em uma direção de harmonia e alegria
a fim de capacitar todos a divertirem-se e serem felizes.

Espero que suas famílias sejam também felizes e harmoniosas.

É claro que às vezes as esposas podem repreender seus maridos, e os filhos são também
repreendidos pelas mães. Isso é natural, penso eu. Esse é um drama imutável que existe
desde Kuon Ganjo (tempo sem começo)! E também talvez faça parte do processo para
se atingir uma harmonia e alegria ainda mais sólidas.

A região leste dos Estados Unidos é conhecida pela superioridade nos empreendimentos
intelectuais, pela cultura e pelas artes. Espero que, no topo disso, tornem-se conhecidos
por sua destacada superioridade na criação de harmonia e alegria em tudo o que fazem.

A alegria de compartilhar com os outros as nossas esperanças
Em segundo lugar, gostaria que vivessem com esperança. Uma pessoa que tem
esperança sempre pode avançar. Uma pessoa esperançosa vive uma existência vigorosa
e animada, e é sempre diferente e vibrante.

O desejo de se tornar mais saudável, obter maior segurança financeira ou tornar-se mais
belo constitui também as esperanças que uma pessoa pode acalentar. Dessa forma oram
pelo esplêndido desenvolvimento das crianças e pela boa saúde e longa vida de seus
parceiros.

“Vamos trabalhar arduamente e acumular mais boa sorte para que um dia possamos
viajar pelo mundo” — as famílias que podem discutir e compartilhar esse tipo de
sonhos e esperanças são realmente felizes.

Na reunião de hoje também estão participando companheiros do Panamá, Peru, Hong
Kong, Coréia e Japão. Pode-se ficar bastante inspirado pela idéia de visitar esses países
um dia e conversar com os membros desses lugares sobre a maravilha da Lei Mística.
Essa é uma outra esperança magnífica para se acalentar.

Orando pela felicidade dos outros

Como budistas, a nossa maior esperança é a felicidade não somente de nós próprios e a
dos que estão mais próximos e nos são mais queridos, como também a de nossos
amigos e companheiros. “Quero que tais e tais pessoas se tornem felizes. Quero que
todos os membros se divirtam” — não existe uma outra suprema forma de vida além de
orar e empenhar-se pela felicidade dos outros.

Em contraste, os dirigentes que perderam o alento novo e revigorante da esperança, que
pararam de crescer e simplesmente andam empertigados com arrogância são como um
caminhão quebrado na estrada. Imóvel, o caminhão bloqueia todo o tráfego do caminho,
impedindo os carros que estão atrás dele de avançar. Da mesma forma, os dirigentes que
param de se desenvolver obstruem o progresso de seus companheiros.

No budismo não existe beco sem saída

Por favor, vivam toda sua vida com esperança. Até o fim de suas vidas, espero que não
apenas acalentem mas que também concretizem muitos sonhos e esperanças grandiosos
e inspirem os outros a fazerem o mesmo. Por favor, prossigam até o glorioso ápice de
suas aspirações, compartilhando suas esperanças e sonhos infinitos.

Não existem becos sem saída quando se têm fé. Através da fé podem superar todo e
qualquer problema e avançar eternamente rumo a horizontes de esperança mais amplos.
Essa é a forma mais maravilhosa de se viver. A esperança não custa nada; é de graça. E
ao mesmo tempo é o tesouro mais valioso da vida.

Por favor, acalentem ardentemente esse tesouro de esperança em seu coração durante
toda sua vida, pois isso representa uma vida de vitória, uma vida de glória.

A importância dos esforços diários

Em terceiro lugar, peço-lhes que prestem atenção à sua vida diária.

A fé se manifesta na vida diária. Por sua vez, a vida diária é o palco no qual
demonstramos a prova da fé. A verdadeira vitória e felicidade humanas são atingidas
através dos esforços resolutos e apaixonados do dia-a-dia que realizamos em nossas
vidas.

O sol todo dia segue silenciosamente um curso estabelecido. Hoje, e amanhã outra vez,
sem jamais descansar, sem jamais parar, o sol se levanta radiantemente e ilumina a
Terra, antes de se pôr novamente com magnífico esplendor. Esse ritmo nunca muda.

O padrão de nossas vidas, assim como o do sol, pode parecer monótono e rotineiro, mas
não há nada mais profundo do que os nossos empreendimentos diários.

Alcançar uma radiante vitória em nossas vidas diárias é o que significa ser vitorioso na
fé.

Estabelecendo a segurança

Um tipo de prova real da vitória na vida diária é a segurança financeira. Portanto, espero
que, enquanto acumulam abundantes tesouros do coração e muita boa sorte, também se
tornem seguros financeiramente.

Apesar de atualmente estarmos passando por uma recessão mundial, peço que realmente
coloquem sua sabedoria para trabalhar e realizem diligentes esforços, para que possam
desfrutar a paz de espírito e um senso de segurança em suas vidas diárias — e que
sirvam de inspiração aos outros.

Apesar de o dinheiro não ser tudo, sem ele vocês não podem nem mesmo tomar um
táxi! Algumas pessoas podem menosprezar isso e dizer que é bom se exercitar
caminhando, mas em se tratando de viagens ao exterior, caminhar até lá está
simplesmente fora de cogitação!
Uma vez que estamos vivendo e trabalhando na sociedade, ter uma certa quantidade de
segurança financeira é um elemento importante para a felicidade.

O segundo presidente da Soka Gakkai Jossei Toda costumava dizer que mesmo que a
carteira esteja vazia, há uma abundância de dinheiro circulando pelo mundo — e esse
dinheiro não chega até vocês, isso é tudo! Mas, continuava ele, se acumularem boa
sorte, utilizando-a para “cavar um buraco” até um vasto reservatório de dinheiro e pegar
um pouco para vocês, jamais sofrerão privações.

O Gongyo que revigora e renova

Em quarto lugar, gostaria que colocassem a saúde em primeiro lugar para que possam
viver vidas longas e produtivas. É importante tomarem quaisquer medidas que sentirem
sejam necessárias para protegerem o seu próprio “tesouro do corpo” e empreenderem
suas atividades radiante e alegremente.

Tentem não comer muito tarde da noite, e prestem atenção ao equilíbrio nutricional. E
quando estiverem cansados, estejam certos de que precisam de bastante descanso. O
importante é não deixar que a fadiga se acumule.

O nosso Gongyo diário deve ser também a fonte para viver existências vibrantes e
estimulantes. O Gongyo é benéfico tanto para a saúde física como para a espiritual. Para
que serve então a boa vontade se, forçando-se até limites excessivos, sentem-se
completamente cansados após fazerem o Gongyo e, no final, ficam doentes! Vocês estão
se esquecendo do ponto sadio de se fazer o Gongyo, se é que o fazem!

Estou constantemente dizendo que mesmo que de vez em quando, devido às várias
circunstâncias, recitam apenas os capítulos Hoben e Juryo, ou simplesmente recitam
apenas o Daimoku (em vez de fazer o Gongyo completo), ainda receberão imensuráveis
benefícios.

Além disso, espero que todos desfrutem vidas longas e saudáveis, utilizando sua
sabedoria para realizar esforços concretos para essa finalidade.

A sabedoria prática e o bom senso são as marcas registradas de um budista.

Polindo-nos como seres humanos

Por fim, gostaria que fossem pessoas de sólido caráter que tenham um rico bom senso.
Tornarem-se pessoas de magnífico caráter, cidadãos íntegros na sociedade, e membros
amados e respeitados em suas famílias é o verdadeiro objetivo dos praticantes budistas.
Porém, apenas por praticarmos o budismo de Daishonin não nos torna de alguma forma
especiais. Em essência, não somos de maneira alguma diferentes das outras pessoas,
exceto pelo fato de nos basearmos no Daimoku, isto é, por orarmos ao Gohonzon. Não
existe um tipo especial de ser humano. Assumir um ar elitista é o comportamento dos
fanáticos. Não temos lugar para esse tipo de pessoa na SGI.

Os seres humanos são apenas isto — seres humanos. Jamais poderão ser nada além
disso. Conseqüentemente, o verdadeiro objetivo da fé é capacitar os seres humanos a
polirem e desenvolverem a si mesmos como seres humanos.

Em particular, devemos assegurar que não temos líderes que, sofrendo de ilusões de
grandeza, tornem-se ditadores, arrogantes e opressores em relação aos membros. Isso é
o exato oposto do que um líder deveria ser.

A organização existe para a nossa felicidade

Todos nós começamos a praticar o budismo de Daishonin para nos tornarmos felizes. A
nossa organização existe para que todos tornem-se felizes. Nem a fé nem a organização
existem para nos fazer sofrer.

O budismo é razão; o budismo é humanismo. Espero que, com humanidade insuperável,
tornem esta região leste dos Estados Unidos permeada de cordialidade, harmonia,
felicidade e alegria.

Os Estados Unidos e os governos dos países de todo o mundo estão realizando
conferências. Mas esta conferência que estamos realizando hoje é realmente histórica. É
uma conferência do povo, uma conferência de indivíduos de sabedoria e intelecto que
abraçam a Lei Mística.

Com minhas congratulações a todos pelo grande sucesso da Conferência da Renascença,
e com minhas orações pela sua glória e vitória, encerro a reunião de hoje.

Eu os encontrarei novamente.