URBANIZAÇÃO

Conceito de Urbanização

A urbanização resulta fundamentalmente da transferência de pessoas do meio rural (campo) para o meio urbano (cidade). A idéia de urbanização está intimamente associada à concentração de muitas pessoas em um espaço restrito (a cidade) e na substituição das atividades primárias (agropecuária) por atividades secundárias (indústrias) e terciárias (serviços). Por se tratar de um processo, costuma-se conceituar urbanização como sendo "o aumento da população urbana em relação à população rural", e nesse sentido só ocorre urbanização quando o percentual de aumento da população urbana é superior a da população rural.

URBANIZAÇÃO

O processo de urbanização inicia-se no período da pós guerra com a instalação de multinacionais por Juscelino em 1958. Até então, a vida urbana resumia-se, na maior parte do país, a funções administrativas voltadas a garantir a ordem e coordenar a produção agrícola.

URBANIZAÇÃO

Para que um país seja considerado urbanizado, a quantidade de pessoas que vivem nas cidades deve ser superior a quantidade que vive do campo. O processo de urbanização no Brasil ganhou intensidade a partir da década de 1950, devido à industrialização e à modernização das atividades agrárias. Em 1940, apenas 31% dos brasileiros viviam em cidades, contra 69% no meio rural. Em 1980, a situação inverteu-se: 67,5% estavam vivendo em cidades, e apenas 32,5% na área rural.

URBANIZAÇÃO

Até poucas décadas atrás, o Brasil era um país de economia agrária e população majoritariamente rural. Hoje, 8 em cada 10 brasileiros vivem em cidades. A concentração de pessoas em centros urbanos traz uma série de implicações, sejam elas de ordem social, econômica ou ambiental.

URBANIZAÇÃO

A urbanização nos países desenvolvidos ocorreu com a Revolução Industrial. Nos países subdesenvolvidos, o fenômeno é bastante recente já que os fatores que conduzem ao inchaço das cidades decorre normalmente do êxodo rural, por causa da má condição de vida no campo e da liberação de mão-de-obra em razão da mecanização da lavoura ou das inovações da pecuária.

A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA

Com a saída de pessoas do campo em direção às cidades, os índices de população urbana vêm aumentando sistematicamente em todo o país.

CIDADES

São duas as principais possibilidades de modo de vida para o homem: ou ele mora no campo e se dedica ao cultivo do solo e a criação de animais; ou ele se dedica a produção de bens de consumo e a atividade comercial.

OS PROBLEMAS URBANOS

Os engarrafamentos quilométricos, geradores de fumaça e ruídos que interferem na qualidade de vida; A volumosa produção de lixo, o que exige espaço para o seu depósito e cuidados ecológicos com o seu manejo; A carência de áreas verdes para o lazer das pessoas; A especulação imobiliária que conduz a ocupações irregulares, muitas delas ocorrendo em áreas de preservação, como os fundos de vales e outros.

 

URBANIZAÇÃO

O processo de urbanização, no qual surgem as cidades, ocorreu na maioria das cidades do mundo de forma livre sem um planejamento prévio. Esse fato acarretou em diversos problemas como a falta de moradia para a população, gerando as favelas, a falta de emprego, que traz consigo a miséria, entre outros problemas. Cabe aos nossos governantes ver esses problemas e buscar a melhor resolução possível para trazer a população as condições necessárias a sobrevivência nos meios urbanos.

Você sabe o que são metrópoles?
 Metrópoles

correspondem a centros urbanos de grande porte: populosos, modernos e dotados de graves problemas sociais.

Metrópoles globais

São metrópoles cujas áreas de influência se estendem por grandes regiões continentais ou mesmo mundiais que se destacam na esfera econômica mundial como Tóquio, Nova Iorque, São Paulo e Berlim

Metrópoles nacionais

Encontram-se no nível da gestão territorial, constituindo foco para centros localizados em todos os pontos do país. Ex: Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Metrópoles regionais:

Constituem o nível da gestão territorial, e exercem influência na macro região onde se encontram. São metrópoles regionais Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Porto Alegre, Recife e Salvador.

Centro regional
 

É uma cidade que possui influência econômica, política, cultural ou social, sobre uma determinada região. são cidades médias, com população de 100 a 500 mil habitantes, apesar de existirem cidades grandes (com mais de 500 mil habitantes), que também recebem o título de centro regional.

CONURBAÇÕES

Quando os limites físicos das cidades estão muito próximos, formam-se conurbações. Isso ocorre principalmente nas regiões mais desenvolvidas, onde geralmente há uma grande rodovia, um porto ou sistemas de comunicação aperfeiçoados que expandem continuamente a área física das cidades. Vista do alto, a conurbação tem o aspecto de uma grande mancha urbana, ou seja, um conjunto de espaços urbanizados que engloba mais de uma cidade.

MEGALÓPOLE

Megalópole corresponde a uma conurbação de metrópoles. É encontrada em regiões de intenso desenvolvimento urbano. Nas megalópes as áreas rurais estão praticamente ausentes .

A GLOBALIZAÇÃO DA CIDADE

Com a globalização,surgem as metrópoles mundiais e os tecnopólos, que, graças aos meios de comunicação, divulgam seu modelo de desenvolvimento e modernidade. São nessas metrópoles que se concentram grandes capitais, profissionais e tecnologia, os elementos básicos para a criação, incorporação e difusão de inovações que estimulam a economia e modificam o comportamento social.

ENDEREÇO DO BLOG
 http://geografiandrea.blogspot.com/