Propriedades motoras: Força

Força: É a propriedade motora que possibilita ao indivíduo reagir contra uma resistência produzindo tensão muscular. Treinamento de força:
Objetivos: Hipertrofia, aumento da força máxima, potência muscular, tônus muscular, melhoria da qualidade de vida, aumento do desempenho desportivo.

como todas as atividades físicas. O risco de lesões pode ser reduzido pela utilização de técnicas adequadas de levantamento.Planejamento e planificação -Anamnese -Avaliações -Testes -Exames médicos (idades avançadas e pessoas com problemas prévios) Aspectos de segurança: O treinamento de força apresenta um risco inerente. . manutenção dos equipamentos. auxilio. boas condições de trabalho e pela utilização de roupas adequadas para a realização das atividades físicas. respiração adequada.

onde a tensão de força produzida é maior que a carga presente. Força estática isométrica: Tensão muscular igual a carga. caracterizado por uma carga maior que a força produzida. não havendo movimento.Ação muscular Força dinâmica concêntrica: aproximação da origem e inserção muscular. . Força dinâmica excêntrica: Afastamento(alongamento) entre origem e inserção muscular.

Parâmetros para a elaboração do treinamento de força -Grupos musculares -Metabolismo envolvido -Risco de lesões -Ação muscular -Objetivos do aluno .

1992 . onde o aluno completa todo o movimento que não poderá ser repetido uma segunda vez. BAECHLE.Teste de 1-RM É a quantidade máxima de peso levantado em um esforço simples máximo. Objetivos : mensurar a força máxima dinâmica e determinar o peso a ser utilizado no programa de musculação de acordo com os objetivos pré-determinados.

Treino iniciante adaptação domingo segunda corpo inteiro terça quarta corpo inteiro Intermediários peito/ ombro Tríceps/abdominal Costas/Bíceps M. inferiores Intermediários/ avançados Peito/ Tríceps Abdominal Bíceps M. inferiores Costas Ombro peito/ ombro Tríceps/abdominal Costas/Bíceps M. inferiores quinta sexta corpo inteiro sabado Avançados/ atletas de fisculturismo Coxa Abdominal Peito Panturrilha Costas Ombro Abdominal Panturrilha Bíceps Tríceps . inferiores Costas Ombro Peito/ Tríceps Abdominal Bíceps M.

.

Fonte:http://fisiculturismo.Benefícios do treinamento de força em crianças pré púberes -Auxilia na melhora do desempenho de habilidades motoras. nem danos aos ossos . -Melhoria do desempenho esportivo.Não há evidências de que o treinamento de força muscular para crianças prejudique seu crescimento em estatura. 1986 -Níveis de lipídeos sangüíneos nos parâmetros de saúde e na redução de lesões em esportes e atividades recreativas.php . Weltman. Faigenbaum. 2000 -Diminui o estresse emocional e auxilia na prevenção de doenças músculoesqueléticas de longa duração.br/newsletters/materias/criancas-adolescentesatividade-fisica.1990 -Testes motores de aptidão física como salto vertical e flexibilidade. Oliveira. um alto volume e uma intensidade moderada é mais seguro para iniciar treinamento de força com crianças.com. Sandres 2001. Ramsay.1997 -Segundo Faigenbaum et al. sendo que as crianças que apresentaram esse resultado obtiveram essas lesões em esportes ou atividades cotidianas. . Faigenbaum et al. como lombalgias e osteoporose.

que é imediatamente disponível e acoplada a resíntese de ATP. é armazenada nas células musculares. parte dessa energia é incorporada numa fonte de energia química diretamente utilizável. .Creatina-fosfato A creatina-fosfato (CP). por isso são denominados fosfagênios.ATP . à semelhança do ATP. Tanto ATP quanto CP contêm grupamentos fosfatos. pois uma vez que a energia química dos compostos orgânicos não pode ser diretamente utilizada pelas células.adenosina trifosfato O ATP é utilizado para espalhar energia por toda a célula e funciona como intermediário entre o meio externo e interno. ocorre liberação de grande quantidade de energia. CP é também semelhante ao ATP pelo fato de que quando seu grupamento fosfato é removido. o já mencionado ATP CP.

Ácido Lático Durante o esforço físico de alta intensidade organismo "queima" glicose. Luiz Eduardo Martins Castro. a queima da glicose através do oxigênio não será suficiente e o organismo queimará a glicose sozinha. Essa reação solitária produz o ácido lático.com. que está armazenada no corpo.br/esporte/como-eliminar-acido-latico-causado-exerciciosfisicos-488409. principalmente com o oxigênio proveniente da respiração. Médico especialista em esportes. Se o exercício estiver além do que o atleta está condicionado a fazer. que é um dos causadores das dores musculares e fadiga. Essa reação produz energia.abril.shtml .Escola Paulista de Medicina. http://super.

Nutrição e auxílios ergogênicos .

Refeição 4: 1 copo de iogurte sem gordura. . Meio da tarde: 1 colher Nitro-Tech Hardcore Pro Series. 2 fatias de pão de centeio Meio da manhã: 1 colher Nitro-Tech Hardcore Pro Series. Refeição 2: carne branca. 1 colher de sopa de manteiga de amendoim natural.Monique Ricardo – Atleta/Modelo de Fitness ALIMENTAÇÃO: Refeição 1: 6 claras de ovo cozidas. Refeição 3: carne de bisão(bufalo) e uma salada verde. 1 / 2 xícara de arroz. 1 xícara de brócolis.

Jay Cutler: fisiculturista atual campeão Mr Olympia .

com/ .muscletech.300 g de carne de bovina 1 xícara de arroz integral CREAKIC Hardcore (creatina) Refeição 3 500g carne de peixes 1 xícara de arroz integral refeição 7 20 claras de ovos Nitro-Tech Hardcore (Whey protein) LEUKIC Hardcore (amino acido Lleucina+ carnitina) Pré treino Suplemento INTRAVOL Hiper-calórico anabólico Pós treino: Proteína isolada do soro do leite (Whey protein) CREAKIC Hardcore (creatina) refeição 4 500 g de carne de peixe 1 xícara de arroz integral refeição 5 500 g de carne de peixe 1 xícara de arroz integral refeição 6 500 g de carne de peixe salada e legumes Fonte: http://www.Dieta Jay Cutler – pré competição Refeição 1 20 claras de ovos 1 xícara de cereal LEUKIC Hardcore (Amino ácidos) Refeição 2 aprox.

.

Esteróides anabolizantes .Ergonênicos farmacológicos .

Entre os EA importados.Exemplos e riscos de alguns EA’s A oximetolona é o esteróide oral que tem o maior poder no ganho de massa e força muscular entre todos os EA que existem no Brasil e no exterior. que existe nas formas oral e injetável. independentemente da dose.php . sendo extremamente hepatotóxico e amplamente empregado também no Brasil. apresenta toxicidade mediana e pouco efeito em ganho de massa muscular.org. Nome científico – Nome usual/marca Oximetolona = Anadrol ou Hemogenin Mesterolona = Proviron Estanozolol = Winstrol Ricardo Stein. podendo causar hepatite instantânea. mas também é o mais tóxico. Ribeiro [7] relaciona o estanozolol.fac. Cátia Boeira Severo * Fonte: http://www. outro esteróide citado. A mesterolona. Anderson Donelli da Silveira.ar/ qcvc/llave/sab005/stei nr.

BemnJohnson. Fonte: http://www. com ou sem estanozolol ele teria sua forma atlética. devido sua dieta e treinamento intenso devido ao esporte. pego no exame anti doping em 1988 após bater recorde dos 100 metros rasos Provavelmente isso contribuiu bastante com o mito que o estanozolol era o melhor “queimador” de gordura (isto é um mito. Winstrol não seca. Ben Johnson era um atleta de ponta. Verdade seja dita. mas quando a droga apareceu na mídia rapidamente tornou-se público que o estanozolol era um esteróide que causava pouca retenção hídrica e de baixos efeitos colaterais se comparado a outros esteróides. fazendo que o medicamento Winstrol Depot torna-se um ícone rapidamente.html .planetadocorpo. com/2010/06/winstrolestanozolol. apenas facilita o ganho de massa magra diminuindo assim o percentual de gordura no corpo).

.

.

Para atletas. o período de destreino pode ser usado como uma estratégia interessante de forma a possibilitar uma recuperação devido a grandes períodos de stress ao que o organismo foi submetido . seja pela interrupção das atividades ou mesmo pela diminuição das mesmas”.DESTREINAMENTO Fleck e Kraemer 1999. definem destreino como “um estado de perda do condicionamento adquirido através de um programa de treinamento planejado.

CAUSAS .

CONSEQUÊNCIAS .

BENEFÍCIOS .

nutrição e treinamento do crescimento muscular http: www.saudeemmovimento.asp?cod _noticia=684 . Navarro. Carlos Marco Hipertrofia Hiperplasia.Referências Bacurau. Francisco. Reury Frank.com.com.com http: www.br/conteudos/conteudo_exibe1.fisiculturismo. Uchida.br http: www. fisiologia.mundoanabolico.

Obrigado a todos pela atenção. Andrieli Alexandre Diogo Vanilson .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful