You are on page 1of 46

Curso de Engenharia Civil

Campus VIII – Araruna PB
Disciplina: Materiais de Construção II Período –
2015.2

• Notas de Aula: Aglomerantes – Cimento
Portland
• Prof.: Daniel Baracuy da Cunha Campos
• E-mail: danielbaracuy@yahoo.com.br

Definição
 Cimento Portland é o produto obtido pela pulverização de
clinker constituído essencialmente de silicatos hidráulicos
de cálcio, com uma certa proporção de sulfato de cálcio
natural, contendo, eventualmente, adições de certas
substâncias que modificam suas propriedades ou facilitem
seu emprego.
 Cimento Portland é a denominação técnica do material
usualmente conhecido na construção civil como cimento.
 O cimento é um pó fino com propriedades aglutinantes,
que endurece sob ação da água, sendo, portanto, um
aglomerante hidráulico. Depois de endurecido, mesmo sob
ação da água, não se decompõe mais.

Histórico
 O cimento Portland foi criado e patenteado em 1824, por
um construtor inglês, chamado Joseph Aspdin. Naquela
época, era moda na Inglaterra construir com uma pedra,
de cor acinzentada, originária da ilha de Portland,
situada ao sul do país. Como o resultado da invenção de
Aspdin se assemelhava, na cor e na dureza a pedra de
Portland, foi patenteada com o nome de cimento
Portland.

Constituição
 Constituintes Fundamentais:
• Cal (CaO);
• Sílica (SiO2);
• Alumina; (AL2O 3)
• Óxido de Ferro (Fe2O 3)
• Magnésia (MgO)
• Anidrido sulfúrico (SO 3) – pequena porcentagem adicionada após a calcinação
para retardar o tempo de pega.
 Constituintes menores – impurezas:
• Óxido de sódio (Na2O);
• Óxido de potássio (K2O);
• Óxido de titânio (TiO2)

 Álcalis do cimento
• Óxidos de potássio e sódio

2011 dos cimentos .Constituição Teores médios componentes dos brasileiros. Fonte: Bauer.

• Moagem do clínker.Fabricação  O Processo de fabricação do Cimento Portland compreende: • Extração da matéria-prima: calcário. • Calcinação da mistura crua de calcário e argila. argila. • Obtenção do Cimento Portland. A mistura é submetida à ação do calor (forno produtor de cimento) até a temperatura de fusão incipiente (±30% de fase líquida) obtendo o clínker. • Britagem: redução do tamanho dos grãos. . ardósia e escórias de alto-forno. conchas de origem marinha. xistos. • Moagem e dosagem e homogeneização da mistura.

• A função do gesso é impedir que as reações de hidratação entre o cimento e água.Fabricação  O Processo de fabricação do Cimento Portland compreende: • O Clínker é um produto em forma de nódulos escurecidos e que depois de resfriado e moído recebe a adição de gesso (CaSO4 – Sulfato de cálcio). se processem instantaneamente. .

2011 Argila .Fabricação Jazida calcário Fonte: Bauer.

Fabricação Fonte: ABCP .

.Fabricação  Clinquerização: • A formação dos compostos do cimento. ocorre através das reações químicas no interior dos fornos.

Fabricação  Principais compostos químicos do clínquer: Os principais silicatos formados na calcinação do calcário e da argila. são: .

Fabricação  Função dos compostos químicos do clínquer no Cimento Portland: .

as escórias de alto-forno. os materiais pozolânicos e os materiais carbonáticos. que misturadas ao clínquer na fase de moagem. fazem com que se obtenha os diversos tipos de cimento Portland disponíveis no mercado. . • As principais matérias-primas adicionadas ao clínquer são: o gesso.Fabricação  Adições: • Matérias-primas.

Fabricação  Gesso: tem como função básica de regular o tempo de pega do cimento. .  Escória de alto-forno: é um produto resultante da fabricação de ferro gusa que se forma pela fusão das impurezas contidas no minério de ferro dentro dos altosfornos. juntamente com a adição de fundentes (calcário e dolomita) e as cinzas do coque (combustível usado na fusão).  Produto de natureza granular que finamente moído adquire propriedades cimentantes e quando adicionado ao cimento contribui na redução do calor de hidratação. da exsudação e da segregação em concretos.

• A adição de material pozolânico conferir maior impermeabilidade. entre outros. além de aumentar a durabilidade e diminuir a vulnerabilidade aos meios agressivos. certos tipos de argilas queimadas em elevadas temperaturas e derivados da queima de carvão mineral nas usinas termelétricas. . melhora a trabalhabilidade e resistência do concreto. como ambientes marítimos e expostos a sulfatos.Fabricação  Materiais pozolânicos: são rochas vulcânicas ou matérias orgânicas fossilizadas encontradas na natureza.

Fabricação  Materiais carbonáticos: calcinados. . servindo como um lubrificante entre as partículas dos demais componentes do cimento. são minerais moídos e • A adição desse material contribui para tornar a mistura mais trabalhável.

 Um mesmo tipo de cimento pode ter diferentes classes de resistência. obtida em ensaio específico. representada por um número correspondente à resistência em Megapascais (Mpa).Tipos de Cimento Portland  O tipo de cimento é representado por números romanos seguidos ou não de letras. . de acordo com a composição (Adições).

Tipos de Cimento Portland  O ensaio para determinar a classe de resistência do cimento é normatizado pela NBR 7215/96. 15 Mpa na idade de 7 dias e 25 Mpa na idade de 28 dias.  Consiste em moldar corpos de prova de uma argamassa no traço 1:3 (cimento: areia padrão).  Os resultados mínimos de resistência devem ser de 8 Mpa na idade de 3 dias. . 7 e 28 dias. A resistência mínima aos 28 dias é a classe de resistência do cimento. 3.  Os corpos de prova são mantidas em condições adequadas e rompidos em idades de 1.

suas dimensões.  A forma dos corpos de prova. dosagem da argamassa e os métodos de ensaios.Classes do Cimento Portland  A resistência mecânica dos cimentos é determinada pela resistência à compressão apresentada por corpos de prova produzidos com Argamassa Normal. são definidos pela NBR 7215.  Areia Normal é a areia fornecida pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo-(IPT) e deve satisfazer a norma NBR 7214.  Argamassa Normal é a mistura de cimento. características. . areia normal e água.

NBR 5732: CP I .Cimento Portland Comum com Adição.Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND COMUM . .  A NBR 5732 estabelece 3 classes de resistência: 25 Mpa. contendo uma pequena adição de gesso (aproximadamente 5%) que age como retardador da pega. água do mar e presença de sulfatos. CP I-S . 32 Mpa e 40 Mpa.  É indicado para construções que não necessitem de condições especiais e não apresentem exposição a agentes agressivos.  É composto em sua maior parte por clinker. como águas subterrâneas.  O CP I-S recebe adição de material pozolânico (1% a 5%).Cimento Portland Comum. esgotos.

Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND COMPOSTO .NBR 11578:  CP II-E .  CP II-F . 32 Mpa e 40 Mpa.  A NBR 11578 estabelece 3 classes de resistência: 25 Mpa.Cimento Portland Composto com Escória.Cimento Portland Composto com Pozolana.  CP II-Z . .Cimento Portland Composto com Fíler.

 É recomendado para utilização em estruturas que exijam um desprendimento de calor moderadamente lento e que possam ser atacadas por sulfatos .Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND COMPOSTO .NBR 11578:  CP II-E .Cimento Portland Composto com Escória:  Adição de escória granulada de alto-forno em proporções que variam de 6 a 34% e que confere baixo calor de hidratação ao cimento.

 É recomendado para utilização em obras subterrâneas.NBR 11578:  CP II-Z . marítimas e com presença de água. concreto protendido. pré-moldados. .Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND COMPOSTO .Cimento Portland Composto com Pozolana:  Adição de material pozolânico em proporções que variam de 6 a 14% o que confere menor permeabilidade à pasta onde são aplicados.

todos em meio não-agressivo. .  É recomendado para obras de concreto armado.Cimento Portland Composto com Fíler.  Adição de material carbonático (Mineral utilizado como fíler) em proporções que variam de 6 a 10%. pisos e pavimentos.Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND COMPOSTO . argamassa de assentamento e revestimento.NBR 11578:  CP II-F .

32 Mpa e 40 Mpa. . pavimentação de estradas. maior impermeabilidade e durabilidade e maior resistência a sulfatos.  Confere baixo calor de hidratação.  Recomendado para obras de grande porte e sujeitas a condições de alta agressividade (barragens. tubos para condução de líquidos agressivos. pistas de aeroportos).  A NBR 5735 estabelece 3 classes de resistência para este tipo de cimento: 25 Mpa. esgotos e efluentes industriais.Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND DE ALTO-FORNO CP III – NBR 5735:  Caracteriza-se por conter adição de escória em teores que variam de 35% a 70%. concretos com agregados reativos. obras submersas. fundações.

que conferem alta impermeabilidade e durabilidade às misturas em que são empregados. eleva a resistência mecânica de concretos. quando os mesmo são comparados a concretos similares feitos com cimento comum.Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND POZOLÂNICO CP IV – NBR 5736:  Possui adição de pozolana em teores que variam de 15% a 50%.  A NBR 5736 estabelece 2 classes de resistência de 25 Mpa e 32 Mpa. Em longo prazo. .  Recomendado para obras expostas à ação de águas correntes e ambientes agressivos.

tubos. entre outros. que é mais fina.  Este tipo de cimento confere alta resistência inicial nas primeiras idades dos concretos onde é aplicado. .Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND DE ALTA RESISTÊNCIA INICIAL CP V – ARI – NBR 5737:  Com maiores proporções de silicato tricálcico – C 3S.  A capacidade de desenvolver a resistência mais rápido que os demais cimentos é resultado do processo de fabricação diferenciado. Como consequência. e à moagem do material. na confecção de elementos pré-moldados. a hidratação ocorre de maneira mais rápida. principalmente quanto à composição do clinker. que confere alta resistência inicial e alto calor de hidratação. blocos.  É indicado para obras em que seja necessária a desforma rápida do concreto. postes.

desde que se enquadre em alguns requisitos como teor do componente químico C3A do clinker inferior a 8% e teor de adições carbonáticas de no máximo 5%. qualquer cimento pode ser resistente a sulfatos. água do mar e em alguns tipos de solos.Tipos de Cimento Portland  CIMENTO RESISTENTES A SULFATOS RS:  De acordo com a ABCP. . em massa.  Os cimentos do tipo pozolânico que contiverem entre 25% e 40% de material pozolânico em massa também apresentam comportamento satisfatório quando expostos à ação de águas sulfatadas. ambientes onde este agente agressivo pode estar presente.  Os cimentos do tipo alto-forno também podem ser resistentes a sulfatos quando contiverem entre 60% e 70% de escória granulada de alto-forno.  O cimento resistente a sulfatos é recomendado para uso em redes de esgotos de águas servidas ou industriais.

é composto basicamente de clínquer e gesso sendo que no processo de fabricação do seu clínquer é eliminado o ferro contido na argila. .  Pode ser associado a pigmentos.  O CPB estrutural é utilizado em concretos brancos para fins arquitetônicos e é fabricado nas classes de resistência 25 MPa.CPB .Tipos de Cimento Portland  CIMENTO PORTLAND BRANCO .  O CPB não estrutural é utilizado para rejuntamento de azulejos e aplicações não estruturais. o que resulta nos concretos coloridos. já que é esse mineral o responsável pela coloração cinza dos demais tipos de cimento Portland. 32 MPa e 40 Mpa.(Estrutural e Não Estrutural)  Diferencia dos demais tipos pela coloração.

Tipos de Cimento Portland .

Tipos de Cimento Portland .

Tipos de Cimento Portland .

Classes do Cimento Portland .

Classes do Cimento Portland  Oferta de cimento Portland. segundo a classe e a resistência à compressão. .

na classe 32 (CP II .32). normalmente. . com adição de escória.Classes do Cimento Portland  O tipo de cimento mais habitualmente encontrado no mercado é o composto.

Fonte: ABCP .Classes do Cimento Portland  Influência dos tipos de cimento nas argamassa e concretos.

Aplicações usuais dos diferentes tipos de cimento .

Aplicações usuais dos diferentes tipos de cimento .

com 50 kg. pode ser fornecido a granel. Recomendase não fazer pilhas com mais de 10 sacos. • Não estocar por muito tempo: o cimento deve ser estocado por um período máximo de um mês. • Não formar grandes pilhas: a pressão dos sacos superiores sobre os inferiores diminuem o módulo de finura do cimento. .  No caso de grandes obras.  Cuidados no Armazenamento: • Abrigar da umidade: o cimento não deve.Embalagem e Armazenamento  O cimento Portland é embalado em sacos de papel kraft. pois empedra. e dispondo-se de silos para armazenamento. entrar em contato com a água ou com a umidade. antes de ser usado. mesmo assim tomando-se as precauções acima.

Embalagem e Armazenamento .

(principalmente nas primeiras idades).  Menor a exsudação (separação amassamento do concreto). da  A finura do cimento é medida em empregando-se a peneira ANBT 0.  Maior a impermeabilidade. estabelecida durante o processo de  Quanto mais fino o cimento maior sua resistência.Características do Cimento  FINURA: É fabricação. água de laboratório .075mm.  Maior trabalhabilidade.

 O tempo de Pega do cimento em laboratório é medido utilizando o aparelho de Vicat.Determinação da Água da Pasta de Consistência Normal (MB-3434) . (MB-3433.Características do Cimento  TEMPO DE PEGA: é o tempo necessário para enrijecimento da pasta. A Pega não deve ser nem muito rápida nem muito lenta.Determinação dos Tempos de Pega . utilizam-se aditivos. Para retardar ou acelerar o tempo de pega. NM 43) .

%MgO < 6.Excesso de gesso no clínquer .Carência de argila .Excesso de CaO no clínquer . ao longo do tempo.cristais de MgO – Excesso temperatura ou tempo no forno. • A expansibilidade do cimento é medida empregando-se agulha de Le Chatelier  Causas da expansão: -Periclásio . provocando fissuras.Características do Cimento  EXPANSIBILIDADE: é um fenômeno que pode ocorrer após o final de pega.5% .

Características do Cimento  RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO: é expressa pela relação entre a carga de ruptura e área de seção transversal de corpos de prova normalizados pela ABNT. Corpo de prova capeado com enxofre . de dimensões 5 x 10 cm.

Pode durar meses. durante o processo de endurecimento do cimento. em função do volume do concreto.Características do Cimento  CALOR DE HIDRATAÇÃO: é a quantidade de calor que resulta das reações de hidratação. .

Características do Cimento  REAÇÃO ÁLCALI-AGREGADO: Formação de produtos gelatinosos acompanhado de grande expansão de volume pela combinação dos álcalis do cimento com a sílica finamente dividida. eventualmente presente nos agregados. .