TRADUÇÃO

JFA

CHAMPLIN, R.N. ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA, TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 –
p.531

em 1628. • Ao realizar sua obra de tradutor era pastor protestante. R.N. • Aprendeu o hebraico e o grego e assim usou os mss dessas línguas como base de sua tradução.531 . CHAMPLIN. ao contrário dos outros tradutores mencionados acima. Portugal. Tradução de João Ferreira de Almeida • Nasceu João Ferreira de Almeida em Torre de Tavares. que sempre se utilizavam da Vulgata Latina como base. TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p. ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA.

é superior aos mss do Textus Receptus. TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p.N. como representante do texto original.531 . aqueles que conhecem os mss. • O Textus Receptus representa os mss do grupo bizantino. CHAMPLIN. • O Textus Receptus serviu de base para a primeira tradução de Almeida. Tradução de João Ferreira de Almeida • Todavia. sabem que um bom texto da Vulgata Latina (a despeito das desvantagens de usar latim em vez de grego). ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA. o mais fraco e mais recente entre os mss gregos. R.

Isto he o Novo Concerto de Nosso Fiel Senhor e Redemptor Jesu Christo. o qual por si mesmo revela o tipo de português arcaico que foi usado. e Ribeiro dos Santos afirmou que encontrou um número ainda maior de erros. em Amsterdã na Holanda. • Essa tradução continha numerosos erros. R.T.N. Tradução de João Ferreira de Almeida • Almeida traduziu em primeiro lugar o N. TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p. ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA.531 . • O seu título foi: «O Novo Testamento. CHAMPLIN. traduzido na Língua Portuguesa». O próprio Almeida compilou uma lista de dois mil erros. publicando-o em 1681..

TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p. • As edições mais modernas têm obtido notáveis progressos na melhoria do texto e da tradução em geral. CHAMPLIN. traduzida por Almeida.531 . só foi publicada nos primórdios do século XVIII. • A despeito do texto inferior por ele usado. a tradução original de Almeida foi a décima terceira a ser feita em um idioma moderno. Tradução de João Ferreira de Almeida • E a Bíblia completa. ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA. • Depois da Reforma. R. bem como dos muitos erros e das edições e correções. essa é a tradução que tem sido melhor aceita pelos protestantes de fala portuguesa.N.

• Outra palavra.11).te" na ARA. TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p. CHAMPLIN.531 . sêkãr. Bebidas fortes na Bíblia • A única bebida alcoólica definida pelo nome na Bíblia é o vinho (yayin e tfrôh. • Não existe a mínima evidência para se apoiar a idéia de que o vinho mencionado na Bíblia era suco de uva sem fermentação. não é chamado de vinho (Gn 40.N. é traduzida "bebida for. AT. oinos. e "cerveja" na NIV. ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA. Quando o suco é referido. LXX e NT). R.

ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA. vinho é vinho. Quando o suco é referido. • Não existe a mínima evidência para se apoiar a idéia de que o vinho mencionado na Bíblia era suco de uva sem fermentação. • Outra palavra.11).N. e não suco de uva. e "cerveja" na NIV. LXX e NT). oinos. não é chamado de vinho (Gn 40. Na Bíblia. R. CHAMPLIN.531 . Bebidas fortes na Bíblia • A única bebida alcoólica definida pelo nome na Bíblia é o vinho (yayin e tfrôh. sêkãr. TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p. AT. é traduzida "bebida for- te" na ARA.

20.531 .25-26). ENCICLOPÉDIA DE BÍBLIA.34.N.19. R. CHAMPLIN.23-25. na Última Ceia. foi classifica. Mt 11. instituiu o culto da Comunhão (Santa Ceia). Ex 29. Lc7.1-11. Lc 22. 1 Co 11.29. TEOLOGIA E FILOSOFIA – VOL 1 – p.do de beberrão pelos Seus inimigos e. Bebidas fortes na Bíblia • O vinho era usado simbolicamente no AT. Mc 2. • Jesus operou Seu primeiro milagre em Caná ao transformar a água em vinho. Mc 14. ilustrou uma lição ao referir-Se à praxe corrente de colocar vinho novo em odres novos.27-29. Mt 26.22. que incluía o ato de beber um cálice de vinho como lembrança do Seu sangue derramado (Jo 2. como sinal da bênção de Deus e era aceitável a Ele quando oferecido no altar (Gn 27.40).