A cultura alemã na obra infantil Aventuras de Hans Staden, de Monteiro Lobato.

Lucila Bassan Zorzato

OBJETIVOS

• Estudo das obras Meu Cativeiro entre os Selvagens do Brasil e Aventuras de Hans Staden, de Monteiro Lobato; • Estudo da relação entre Monteiro Lobato e a Alemanha.

Próxima

1.ed. (1925)

Voltar

1.ed. (1927)

• Lobato lê alemão? • Quais autores alemães são conhecidos pelo autor? • Qual a língua de partida para o trabalho com Hans Staden e outras obras alemãs? • A obra lobatiana foi publicada em alemão? • Para Lobato, qual o papel dos alemães nas duas guerras mundiais?

Voltar

METODOLOGIA • Levantamento de documentos (cartas, artigos, revistas); • Identificação e comparação das diferentes edições das obras Meu cativeiro entre os selvagens do Brasil (1925) e Aventuras de Hans Staden (1927); • Leitura e análise das principais biografias de Monteiro Lobato; • Acervos: -Biblioteca Monteiro Lobato -Biblioteca Mário de Andrade -Centro de documentação Alexandre Eulálio – (CEDAE) -Instituto Martius-Staden -Museu Histórico de Taubaté

Próxima

Capítulo 1: Lobato Alemão?

1.1. A correspondência lobatiana • 22 cartas (passivas, ativas e de terceiros) • Godofredo Rangel, Charles Frankie, Maria Luiza, Antonio Salles, Artur Coelho, José Francisco, Albert Theile, entre outros.

L O B A T O A L E M Ã O

1.2. A Alemanha por Lobato 1.2.1. A guerra e o discurso racial em Lobato

1.3. Lobato para os alemães 1.3.1. A obra lobatiana entre os leitores teutobrasileiros Próxima

L O B A T O Monteiro Lobato, 1936 José Francisco, 1901 A L E M Ã O

Voltar
H. Stern, 1951

DATA DE PUBLICAÇÃO

LOCAL DE PUBLICAÇÃO

TRADUTOR/ ORGANIZADOR

TÍTULO ORIGINAL

OBSERVAÇÕES

1917

Editora Rotermund & Co. São Leopoldo

Clemens Brandenburger

“Cidades Mortas”

Coletânea: Südamerikanische Literatur: Brasilianische Prosa

07/05/1926

Friedrisch Sommer

Referência ao tradutor Fred Sommer.

1917
1932 Editora O Livro Verde “Os Negros” Coleção: Grüner Bücher aus Brasilien, nº1, vol.1.

14/04/1954

“Jornal de Nova York do Estado de Araute”

Dr. H. Stern

“O drama da geada”

1956

Editora Manesse, Conzett & Huber, Suíça.

Trad. Gerda Theile-Bruhns; Org. Albert Theile

“O comprador de Fazendas”

Coletânea: Unter dem Kreuz des Südens.

1982

Editora Peter Lang, Frankfurt Alemanha.

Annemarie Shrage

Estudo sobre a obra do escritor intitulado: Die Erzählungen Monteiro Lobatos.

1956

Voltar

Capítulo 2: De Hans Staden a Monteiro Lobato 2.1. A obra de Hans Staden

D E H A N S S T A D E N A L O B A T O

2.2. Hans Staden entre os projetos do editor

2.3. A língua do tradutor

2.4. Hans Staden em suas diferentes versões

2.5. As edições lobatianas da obra de Hans Staden

Próxima

D E H A N S S T A D E N
EDITORA

Frontispício da 1. ed.
AUTOR DATA

A L O B A T O

Alencar Araripe

1892

IHGB

Alberto Löfgren

1900

IHGSP

Monteiro Lobato

1925

Ed. Nacional

Voltar

D E H A N S S T A D E N A L O B A T O

Albert Löfgren (1900)

Monteiro Lobato •Meu Cativeiro entre os selvagens do Brasil (1925,1926,1927) •Hans Staden: Suas viagens e cativeiro entre os selvagens do Brasil (1945) Voltar

D E H A N S S T A D E N A

1.ed., 1925

4.ed., 1945

L O B A T O

1.ed., 1927

Voltar

Capítulo 3: As aventuras de Monteiro Lobato

Hans Staden à lobatiana

A V E N T U R A S D E M O N T E I R O L O B A T O

A representação do índio na obra infantil Aventuras de Hans Staden.

Próxima

3.ed., 1934 2.ed.,1932 6.000 10.000

1. ed.,1927 6.000

9.ed., 1954

5.ed., 1944 10.096

1945 21.ed., 1980

Voltar

Ao grupo MONTEIRO LOBATO (1882-1948) E OUTROS MODERNISMOS BRASILEIROS, companheiros de jornada!

M U I T O O B R I G A D A